domingo, 16 de dezembro de 2007

Entrevista com Natália a filha da Joelma

Natália Mendes Sarraff
Como você mesma pôde acompanhar, vários veículos de comunicação mencionaram a sua relação com a sua mãe, e o fato de você não morar com ela. Afinal, porque você não mora em São Paulo com a sua família?Por não gostar de ser muito presa, sempre levei a vida muito solta, gosto de andar só, curtir meus amigos etc. Porém em São Paulo, tive q viver uma vida q não gostava muito, e por isso resolvi voltar pro meu Pará.
Mas na verdade você já tinha saído do Pará em função do trabalho de sua mãe. Antes de São Paulo, você já morava em Recife. Por que então a cidade escolhida não foi a capital pernambucana?Não escolhi por não ter familiares, pois teria q viver sozinha e na verdade o que eu mais queria era morar em Recife, e o destino não quis. Quem sabe um dia poderei ser uma pernambucana... hehehe. E já aqui em Belém fico mais perto da minha família.
Saiu em programas de fofocas, que você trocou sua mãe por seu pai ao optar em morar com ele. O que você tem a dizer sobre isso?Fiquei sabendo disso, mas não troquei ninguém por ninguém. Amo muito os meus pais, e nunca pensei em trocar nenhum dos dois. Se hoje não estou morando com a minha mãe, é por motivos de adaptação e modo de vida.
Os boatos que rolam no meio Calypso, que ainda não chegaram a mídia, foi de que você teria saído de casa, no caso se mudado pra Belém por causa de um amor. Isso procede, ou é apenas um boato?(Risos). Eu muito antes de sair de casa já estava namorando o Rolon, e com a permissão de minha mãe. Mas por coincidência, logo depois dele sair da banda que foi no final de ano, eu já estava pensando em voltar pro Pará. Só não voltei logo, porque queria terminar o ano de estudos por lá, e quando terminaram as aulas voltei pra casa. A sorte foi porque Rolon ia estar perto de mim, pois na banda a gente vivia muito distante, assim como fico muito distante da minha mãe.
Como sua mãe reagiu ao saber que você estaria namorando um empregado dela? Ela aceitou de primeira?
Não, não. Ela agiu como toda mãe agiria, procurando saber logo as intenções do garoto... (risos). Mas depois, com uma boa conversa, tudo se resolveu e então fomos ao pedido de namoro... Aí ela aceitou, rsrs.
E o restante da família? Com que olhos viram o romance?Aceitaram numa boa, pois fiquei muito feliz. Só não querem que eu venha a sofrer, por eu ser muito nova. Creio que toda família seja assim.
E como você reagiu com a saída de Rolon da Banda Calypso? Teve algo a ver com o romance dos dois?Fiquei triste, pois sei que ele amava dançar na banda, mas por outro lado fiquei feliz. Já tinha um tempo que ele não estava se sentindo bem. Sua saída foi por motivos de trabalho, e hoje graças a Deus ele está muito bem.
Você gostaria que ele voltasse a ser funcionário da sua mãe, ou seja, trabalhar na Banda Calypso novamente? Você acredita nessa possibilidade?Na verdade não quero não, pois como aprendi com minha mãe, nada é para sempre. Então a banda não será para sempre, e Rolon tem que fazer a vida dele. Acho que já valeu a pena o tempo que passou lá. Agora é só pensar no futuro. Eu sempre acredito em tudo, sei que nada é impossível. Acredito que ele pode voltar, mas não por eu querer, pois não quero não... (risos). Está bom ele aqui perto de mim.
Agora voltando no tempo... Quem tomou a iniciativa, você ou o Rolon? Como foi, e como se iniciou o namoro?kkkkkkkkkkkk... Fui eu kkkkkkkkkkk... Foi pela internet, no MSN. Numa conversa falei que estava gostando de alguém, que era da banda e que era aquariano. Com isso ele soube que era ele, e aí com uma simples pergunta (o que eu faço?), ele me respondeu (beija ele). Então foi daí que tudo começou. Nosso primeiro beijo foi depois de um mês, e foi apenas um. Para ter o segundo que só foi depois de três meses, quando minha mãe permitiu o namoro, foi uma grande luta... (risos).
Na época, não chegou a prejudicar o trabalho dele?Um pouco, mas depois se resolveu.
Então, desde o final do ano passado, você decidiu morar em Belém. Como foi a aceitação de sua mãe na época? E afinal, com quem você foi morar?Não aceitou muito, mas como minha mãe é liberal e sempre diz que a gente leva a vida que quer, resolvi morar com minha tia, e depois eu e Rolon resolvemos morar junto, e estamos até hoje.
Há quanto tempo vocês estão morando juntos? E como foi a adaptação pra você, foi fácil?Há 6 a 8 meses, não estou muito lembrada. A adaptação não é muito fácil, vira rotina com o tempo. Morar junto é outra luta que temos q vencer pra manter aquele amor sempre forte. Se não soubermos como levar, se desgastará até acabar. E como minha mãe diz, que nada é pra sempre, se algum dia esse relacionamento acabar, poderei dizer que aprendi muito.
Vários boatos rolam de que vocês são sustentados pela Joelma. Isso é verdade?Isso não é verdade, Rolon é o homem da casa e com o seu trabalho nos sustenta. Ele é meu homizão.
Depois de todas essas mudanças na sua vida, dessa maior independência, como é a relação entre Natália e Joelma hoje???Normal, graças a Deus. Hoje posso dizer que para mim estamos mais unidas
E o q a Natália faz atualmente, trabalha, estuda?Estudo e pretendo trabalhar, se Deus quiser.
E quais seus planos pro futuro? O que você pretende fazer?Como todos já sabem, meu sonho é ter minha própria banda e seguir a carreira de cantora. Mas antes disso vou me formar em administração.
Mas então você pretende adiar esse sonho da carreira artística?Sim, pois meu estudo está em primeiro lugar.
Como você mesma falou na outra entrevista, você pretende cantar o ritmo Calypso. Sendo assim, a hora não seria agora que o ritmo está em alta?Sim, ou também, não sei se pretendo cantar Calypso. Isso deixa nas mãos do futuro. Creio que até lá, já terei mudado de ritmo (risos).
Entrevista realizada por Thiago Bessa do Fã-Clube Guardiões do Calypso.

2 comentários:

natalia disse...

oi esse entrevista foi a muito tempo atras n confunda a cabeca das pessoas, se puder tirar essa entrevista dai eu agradeco, bjos natalia sarraff

jaque disse...

que gente mais estranha...paresse que ninguem gosta de ninguem!outro dia a hebe perguntou p chimbinha quantos filhos vcs tem?" temos hiago e yasmim" joelma é meia camuflada! amo muito banda calypso mas as vezes esta coisa deixa a gente pensativo será que eles sao realmente o que a gente pensa?